Linda Ramalho se rende à obra do pai, Zé Ramalho, em álbum roqueiro produzido por Robertinho de Recife

  • 14/11/2023
(Foto: Reprodução)
Linda Ramalho lança em 1º de dezembro álbum em que canta dez músicas de autoria de Zé Ramalho Leo Aversa / Divulgação ♪ Oito anos após ter entrado em cena como cantora no posto de vocalista e líder da banda de covers Linda and the Spacerhearts, formada em 2015, Linda Ramalho se rende ao cancioneiro do pai Zé Ramalho. Com lançamento agendado para 1º de dezembro, o primeiro álbum da artista carioca, Linda Ramalho canta Zé Ramalho, alinha dez músicas da obra autoral do compositor paraibano em gravações que tendem para o rock. Gravado com produção musical de Robertinho de Recife, também responsável pela mixagem e pela masterização, o disco está centrado nos maiores sucessos de Zé, selecionados por Linda com a colaboração de Robertinho. As exceções na seleção de hits são Pepitas de fogo (1981) – música lançada pela banda Flor de Cactus e regravada pelo autor no álbum Força verde (1982) – e A dança das borboletas (1977), parceria psicodélica de Zé Ramalho com Alceu Valença, que apresentou a composição no álbum Espelho cristalino (1977). Previsto para ser editado em CD através de parceria dos selos Avôhai e Discobertas, o álbum Linda Ramalho canta Zé Ramalho alinha sucessos do porte de Chão de giz (1978), Vila do sossego (1978), Admirável gado novo (1979), Frevo mulher (1979), Galope rasante (1979), Garoto de aluguel (Taxi boy) (1979), Eternas ondas (1980) e A terceira lâmina (1981). Na discografia da artista de 28 anos, o álbum Linda Ramalho canta Zé Ramalho sucede o EP autoral Adrenalina (2023), lançado em fevereiro.

FONTE: https://g1.globo.com/pop-arte/musica/blog/mauro-ferreira/post/2023/11/14/linda-ramalho-se-rende-a-obra-do-pai-ze-ramalho-em-album-roqueiro-produzido-por-robertinho-de-recife.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes