Ludmilla dá passo estratégico ao abrir selo e alterar vínculo com gravadora para ter autonomia artística

  • 22/11/2023
(Foto: Reprodução)
Ludmilla abre o próprio selo fonográfico e altera o vínculo contratual com a gravadora Warner Music, que passa somente a distribuir os discos da artista Reprodução / Twitter Rock in Rio ♪ OPINIÃO – Ludmilla está mais do que certa ao decidir abrir o próprio selo fonográfico após dez anos como contratada da gravadora Warner Music, na qual ingressou no segundo semestre de 2013 após chamar atenção no universo do funk com o nome artístico de MC Beyoncé. Ao longo dessa década, a artista fluminense atingiu tamanha magnitude no mercado da música que já passa da hora de assumir o total controle artístico da obra – até porque nem sempre a Warner valorizou Ludmilla como a cantora e compositora fluminense merecia ser valorizada na parceria iniciada em janeiro de 2014 com o single Sem querer. Não por acaso, em junho de 2022, vários seguidores da artista identificaram uma suposta indireta de Ludmilla para a Warner em post de rede social em que a cantora expressava arrependimento com a assinatura de um contrato. Águas e mágoas passadas, ao que tudo indica. O fato é que, a partir de 2024, os discos de Ludmilla serão gravados e lançados pelo selo da artista, cabendo à Warner Music tão somente a distribuição dos singles, EPs e álbuns da cantora no mercado fonográfico digital. Essa mudança de vínculo de Ludmilla com a Warner Music é inteligente, pois evita o total rompimento de parceria (afinal, bem-sucedida) e dá total autonomia artística à cantora – inclusive quanto às datas de lançamentos dos futuros discos – ao mesmo tempo em que garante que a artista continue contando com a sólida estrutura empresarial da companhia fonográfica.

FONTE: https://g1.globo.com/pop-arte/musica/blog/mauro-ferreira/post/2023/11/22/ludmilla-da-passo-estrategico-ao-abrir-selo-e-alterar-vinculo-com-gravadora-para-ter-autonomia-artistica.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Anunciantes